A arquiteta Rafaela Pacheco fala sobre a cor pantone

O termo Pantone já é um conceito, algo familiar a todos nós, mesmo que não nos cruzemos com o termo profissionalmente. Para os mais desatentos, o nome PANTONE é conhecido globalmente como a linguagem padrão de alta qualidade para a comunicação em todas as fases do processo de gerenciamento de cores, desde o designer até o fabricante, do revendedor ao consumidor, em vários setores da indústria.

Todo ano a Pantone causa um verdadeiro alvoroço ao revelar a cor que será a principal tendência do ano seguinte, e em 2016 não foi diferente: em dezembro, a empresa que é fornecedora oficial dos padrões de cores para a indústria da moda e do design, indicou que 2017 será o ano do Greenery, um tom de verde musgo com fundo amarelado que promete ganhar muito destaque.

A escolha do Greenery para 2017 foi uma busca pela revitalização e reconexão com o mundo e com a natureza. O tom tem mesmo tudo para cumprir com a promessa de ser um reencontro com o natural e, na decoração, é a pedida perfeita para ambientes que precisam de um toque de harmonia. A cor simboliza o equilíbrio entre o claro e o escuro, saúde, bem-estar, tranquilidade e esperança. É uma cor coringa na decoração em suas diferentes tonalidades, e ainda pode trazer muita personalidade. “Sabemos o tipo de mundo que estamos a viver, muito estressante e tenso”, disse Leatrice Eiseman, diretora executiva do Pantone Color Institute, aquando da revelação. “Esta é a cor da esperança e da nossa ligação com a natureza, que nos remete ao que chamamos de palavras ‘re’: regenerar, refrescar, revitalizar, renovar. Em toda primavera entramos em um novo ciclo. É algo como olhar em frente”, acrescenta.

“O local mais indicado para o uso da cor é o quarto, por seu apelo relaxante.
Mas existem infinitas possibilidades para incorporar a cor na decoração:
um sofá azul marinho com almofadas Greenery fica lindo!
Uma decoração monocromática na sua base (paredes, sofás, tapetes)
já pode abusar deste tom nos detalhes (almofadas, objetos decorativos, papel de parede).”

E se você já tem a casa toda montada, mas não quer ficar de fora da tendência, a dica é aproveitar o novo tom de verde em pequenos itens; abuse em detalhes criativos! Numa cozinha, use potes, xícaras decorativas etc. Numa sala, almofadas, uma manta, a capa da poltrona.

Mas, se além de onde usar, uma grande dúvida é como combinar, não se preocupe, e saiba que apesar de parecer exótico, o Greenery não é difícil de ser harmonizado com outros tons. A indicação básica para se usar são os tons mais claros e neutros, como o Rosa Quartz, o Azul Serenity e o Cinza Chumbo, ou até apostar na mistura com cores mais fortes, como vinho e azul marinho. Agora, usar do contraste com o off-white e o branco, criam uma harmonia com a cor sem correr o risco de se perder nos exageros.

Com uma mensagem dessas, é difícil não querer levar o tom para o dia a dia.

vg080813 pantone-2017 PANTONE_ greenery-é-a-cor-de-2017-II greenery-é-a-cor-de-2017-I

Comentários

Sobre o Autor /


Assine nossa Newsletter

Receba informações sobre a #RevistaVIU e fique por dentro das principais novidades.
Fundada em 2010 pela Alquimia Editora e Comunicação, A REVISTA VIU? atuante nos segmentos de moda, beleza, saúde, gastronomia, arquitetura, qualidade de vida, entrevista, roteiros, turismo, negócios e tecnologia vem se despontando como um grande canal de comunicação entre o público A, B e C+ atua no Planalto Central, Brasília, Pirenópolis, Anápolis, Posse, Formosa, Chapada dos Veadeiros, Alto Paraiso, Vila de São Jorge, Teresina de Goiás, Cavalcante e Goiânia.

Av. Valeriano de Castro, n° 119, Sala 01 - Galeria Santo Estevão

(61) 99676 3908

revistaviu@gmail.com